quarta-feira, dezembro 06, 2006

Eu que fui viajar e não voltei... fiquei por lá.
Aconselhei-me, relativamente cedo, com os grandes viajantes e eles souberam indicar-me o caminho. É aconselhável fazer desvios e encontrar atalhos. É desnecessário planear. Pode, eventualmente, afeiçoar-se a um lugar, mas deve retringir esse afecto ao mínimo indispensável. Não tire fotografias. Guarde as imagens na memória e, se conseguir, escreva-as. Viva e e seja feliz!
Não tinha como regressar...

3 Comments:

Blogger Nilson Barcelli disse...

Afinal onde é que tu estás?
Estou a ficar desnorteado...
Beijos.

10:49 da manhã  
Blogger hodiguitria disse...

nilson: eu estou onde sempre estive, a minha cabeça é que andar no ar! eheheheh! bjs

1:41 da tarde  
Blogger António disse...

Olá, S.!
Vejo que continuas com os teus textos curtos e, diria eu, com um certo experimentalismo.
Estive muito absorvido a escrever a blognovela.
Tive muito gosto em ver-te por lá outra vez.
Volta sempre!

Beijinhos

2:29 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home